Ultimas Notícias - Ceramica Fortijolo

Ultimas Notícias

Ultimas Notícias (3)

Web design blog articles

Terça, 14 Agosto 2012

No interior de Minas Gerais, uma fábrica de cerâmica vende mais do que tijolos e telhas. A nova aposta do negócio é no mercado de carbono, mecanismo internacional pelo qual uma empresa que usa práticas sustentáveis vende créditos a empreendimentos que têm dificuldades para reduzir a emissão de gases no meio ambiente.

Nagib Jacob Iunes, 44 anos, proprietário da Cerâmica Ituiutaba, empresa localizada na cidade de mesmo nome, a 700 km de Belo Horizonte, começou a investir na despoluição da fábrica pelos fornos onde são queimados os produtos de cerâmica vermelha, como tijolos e telhas.

Em vez de lenha nativa sem manejo florestal, a empresa começou a usar biomassas de origem comprovadamente renováveis -- como serragem, cavaco e resíduos de madeireira –- para alimentar o fogo.

A troca, além de desestimular a prática do desmatamento, reduziu a emissão de gases como o dióxido de carbono, gás metano e óxido nitroso, responsáveis pelo aquecimento do planeta.

Segundo Nagib, a venda de crédito de carbono contribuiu para alavancar o crescimento da cerâmica. Ele explica que a empresa monitora a produção e a quantidade de restos de madeira gastos para a queima dos produtos.

A partir daí, são calculados os créditos gerados e é feita uma auditoria para verificar a autenticidade dos dados e notas fiscais. Com a quantidade de créditos apurada, a empresa vai para o mercado de venda de carbono.

Nagib acrescenta que essa venda é feita principalmente para empreendimentos de outros países. O processo é terceirizado por uma empresa que atua no mercado de crédito de carbono, a Social Carbon.

Terça, 14 Agosto 2012

A Associação das Cerâmicas Vermelhas de Itu e Região (Acervir) oferece uma nova edição do curso Aplicabilidade em Alvenaria Estrutural, no dia 20 de junho, na sede da entidade. A engenheira e mestre em construção civil Márcia Melo será a palestrante. A especialista conta com 12 anos de experiência no departamento técnico de indústria produtora de blocos para alvenaria estrutural e vedação. O treinamento abordará os principais conceitos e noções do sistema construtivo, leitura e interpretação de projetos e execução da alvenaria estrutural. A carga horária do curso é de 8 horas, e inclui apostila, coffee break e certificado. Para saber mais informações e se inscrever basta enviar e-mail para acervir@acervir.com.br ou entrar em contato pelos telefones (11) 4024-3294 e (11) 4024-4421.

Sábado, 11 Agosto 2012

A CBIC lançou nesta quarta-feira (13), durante reunião do Conselho de Administração da entidade, em Brasília, o projeto Ética e Compliance na Construção, que visa despertar a consciência sobre ética e compliance e dar suporte aos empresários do setor para a gestão da ética em suas organizações, a fim de fazer cumprir as normas legais e regulamentares, as políticas e as diretrizes estabelecidas para o negócio.  “Um setor que não se posiciona sobre o que é certo ou errado acaba sendo responsável pelos erros dos outros”, destaca o presidente da CBIC, José Carlos Martins.

São prioridades do projeto: disseminar os conceitos e fundamentos sobre a ética, valores e princípios; promover o engajamento cada vez maior das empresas do segmento à causa, e compartilhar as boas práticas já existentes para que possam ser reconhecidas e transferidas como aprendizado a outras organizações.

O lançamento contou com exposições do consultor de Comunicação, Gustavo Krieger, sobre a questão da imagem do setor; do cientista político Leonardo Barreto sobre ética, reputação e o futuro da construção civil; da assessora jurídica Maria Luisa Guimarães, sobre a Lei Anticorrupção (Lei 12.846/2013 e Decreto 8.420/2015), e do consultor Vitor Seravalli sobre a estrutura do projeto, além da presidente do Fórum de Ação Social e Cidadania (Fasc), Ana Cláudia Gomes, e do vice-presidente Administrativo Adalberto Cleber Valadão.